Acervo

Arquivo Histórico

Arquivo Histórico do MHN

O Arquivo Histórico do Museu Histórico Nacional é formado por coleções, a maioria de caráter privado, que abrigam 55.600 documentos iconográficos e manuscritos, importantes para a história do Brasil.

O Arquivo Histórico pode ser consultado nos dias úteis, mediante agendamento.
Tel.: (21) 3299-0368
mhn.arquivo.historico@museus.gov.br

Arquivo Institucional

Arquivo Institucional do MHN

Com 250 metros lineares de documentação variada o Arquivo Institucional é fonte de pesquisa sobre a história do próprio Museu, dos Museus no Brasil, da história política e administrativa da cultura no país.

O Arquivo Institucional pode ser consultado nos dias úteis mediante agendamentos.
Tel.: (21) 3299-0365
mhn.arquivo.institucional@museus.gov.br

A Biblioteca do Museu Histórico Nacional oferece ao público um vasto acervo, compreendendo obras do século XVI ao XXI. São livros, folhetos, periódicos e materiais especiais, que abrangem temas como Arte Decorativa, Numismática, Filatelia, Indumentária, História do Brasil, História do Rio de Janeiro, História de Portugal, Heráldica, Genealogia, Sigilografia, Gastronomia e Museologia.

 

É possível acessar pela web todas as publicações editadas pelo Museu Histórico Nacional, como catálogos das exposições e os Anais do MHN desde o seu primeiro número. Clique aqui!

Imagem do Museologico

O acervo museológico do Museu Histórico Nacional, com cerca de 170 mil itens, é formado por coleções de objetos que datam desde a Antiguidade até os dias atuais.
Esse acervo é gerenciado pelo Departamento de Acervo, ao qual são subordinados o Setor de Numismática,  responsável pelas coleções de moedas, medalhas, selos, selos sigilográficos e valores impressos, além do meio circulante de Brasil e Portugal totalizando mais de 145 mil itens. A qualidade do acervo faz da coleção de numismática a mais expressiva da América do Sul. O acervo pode ser consultado mediante agendamento pelos telefones (21) 32990328 / 32990328 ou pelo e-mail:mhn.numismatica@museus.gov.br.
E o  Setor de Reserva Técnica  com cerca de 22 mil itens, datados dos séculos XVI ao XXI, abrangendo diversos tipos de materiais, tais como a madeira, o metal, o marfim, o vidro, o mármore, o ouro, a porcelana e o gesso, além de óleos sobre tela, joalheria, cestaria, esculturas, brinquedos, armaria e têxteis. Entre as coleções que se destacam estão: a indumentária de Sophia Jobim com seus trajes regionais, a coleção Souza Lima de esculturas religiosas em marfim dos séculos XVI e XVII e a armaria com mais de 1300 itens. O acervo pode ser consultado mediante agendamento pelo telefone: 3299.0353 e pelo e-mail:mhn.reservatecnica@museus.gov.br.

Revistas

Voltado para a produção e difusão do conhecimento desde a sua criação, o Museu Histórico Nacional lançou em 1940 o primeiro volume dos seus Anais, publicação que circulou regularmente até 1975.
Após uma paralisação de duas décadas, a edição dos Anais foi retomada em 1995.

Com penetração no Brasil e no exterior, os Anais constituem material de referência para pesquisadores das áreas das ciências humanas e sociais.

Em 1999, com o apoio da empresa DocPro, foi lançado o CD-ROM “Coletânea dos Anais do Museu Histórico Nacional – 1940 a 1998” , vindo ao encontro de inúmeras solicitações por volumes já esgotados. Hoje está disponível on line na Biblioteca VirtualMHN/DocPro.

Livros

Anualmente o MHN também publica o Livro do Seminário, que apresenta uma coletânea de textos produzidos pelos palestrantes do Seminário Internacional, do ano anterior, e outros relacionados ao tema do seminário. A exemplo dos Anais, os livros dos seminários, integram a bibliografia obrigatória para concursos públicos.

Catálogos

Eventualmente são produzidos catálogos e cadernos didáticos de exposições e guias de orientação à visitação das mostras de longa duração e itinerante para professores, visitantes e guias turísticos, que podem ser adquiridos na Loja do Museu.

 

Consulte on line na Biblioteca Digital MHN/DocPro todas as publicações editadas pelo Museu Histórico Nacional, inclusive os Anais do MHN, desde o seu primeiro número. Clique aqui!

Acervo